antf.org.br

Você está aqui: Home Imprensa Notícias

Notícias

Terminal da VLI vai inaugurar novo berço até o final do ano

Com infraestrutura ampliada, instalação vai diversificar as cargas que movimenta, passando a operar açúcar

O Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita (Tiplam), instalação da operadora logística VLI no Porto de Santos, vai inaugurar seu segundo berço de atracação no último trimestre do ano. Com isso, também passará a desembarcar açúcar, diversificando as cargas que movimenta. Atualmente, a unidade descarrega fertilizantes, enxofre e amônia.

E a partir do próximo mês, a empresa dobrará a área para armazenamento de enxofre, podendo estocar até 120 mil toneladas do produto.

Essas medidas integram o projeto de expansão do Tiplam, que tem investimentos de R$ 2,7 bilhões e será concluído em julho de 2017. Localizado na Área Continental de Santos, o terminal fica às margens do Canal de Piaçaguera (via de navegação que sai em frente à Alemoa), ao lado do cais da Usiminas.

A importância do empreendimento foi destacada pelo presidente da VLI, Marcello Spinelli, ontem, durante visita à instalação para supervisionar o andamento das obras de ampliação. Ele estava acompanhado por dois representantes da Prefeitura de Santos: os secretários José Eduardo Lopes (Assuntos Marítimos e Portuários) e Omar Silva Junior (Desenvolvimento Econômico e Inovação).

"Esta ampliação vai fazer com que a infraestrutura brasileira dê um grande salto e ganhe eficiência", afirmou Spinelli, lembrando que a expansão do terminal integra um programa de investimentos de R$ 4 bilhões, destinados a melhorias no corredor logístico Centro-Sudeste (formado pela malha ferroviária que liga Goiás ao Porto de Santos e o Tiplam). A estimativa da empresa é que, com o funcionamento total deste sistema logístico, cerca de 1.500 caminhões deixem de circular diariamente nessa região, limitando-se a trajetos mais curtos, levando a carga aos terminais ferroviários.

Terminal portuário recebeu um de seus novos shiploaders.

Para o secretário de Assuntos Marítimos e Portuários de Santos, José Eduardo Lopes, a opção de investimento em um momento de crise é arrojada e Santos será beneficiada com ela. "Estão trazendo o que há de melhor e mais moderno em termos de instalações e equipamentos portuários", afirmou.

Com a ampliação do Tiplam, a expectativa é de o recolhimento de tributos para a Cidade cresça. Outro ponto que agrada a Administração Municipal é o local da ampliação. O terminal fica na Área Continental, onde a Prefeitura incentiva a instalação das empresas que movimentam grãos, para reduzir os impactos aos moradores e ao trânsito na área urbana.

 

Pátio de obras

Faltando dois trimestres para começar a operar seu novo berço, o Tiplam ainda se assemelha a um canteiro de obras, com construções sendo erguidas e operários por todos os cantos. Ao todo as empresas prestadoras de serviço empregam cerca de 3.400 funcionários na expansão do terminal, sendo que 70% deles são moradores da Baixada Santista.

O projeto de ampliação prevê a implantação de um novo píer com três novos berços (um para embarque de açúcar, um para grãos e outro para a descarga de fertilizantes), totalizando quatro pontos de atracação de navios. Hoje, a empresa conta com um único berço para a descarga de enxofre, rocha fosfática, fertilizantes e amônia. Até dezembro, o segundo entrará em operação e os outros dois, no próximo ano.

O empreendimento também aumentará a capacidade de armazenamento do terminal. Haverá quatro novos armazéns para grãos: dois para grãos (cada um com capacidade para 80 mil toneladas), um para açúcar (114 mil toneladas) e um que poderá receber tanto uma como a outra carga.

 

Fonte: A TRIBUNA - SP

 

•Mais Artigos...•

??JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL??
confederacao
first
  
last
 
 
start
stop

facebooktwitteryoutube