antf.org.br

Você está aqui: Home Notícias Ciclo Saúde: Aimorés e Resplendor recebem nova etapa do projeto

Ciclo Saúde: Aimorés e Resplendor recebem nova etapa do projeto

Iniciativa tem como foco a promoção de ações preventivas focadas na atenção básica

Vitória, 25 de abril de 2016 - Neste mês, a Vale e a Fundação Vale, em parceria com o Centro de Promoção da Saúde (Cedaps) e com a Universidade Estácio de Sá, darão continuidade às atividades do Ciclo Saúde nos municípios de Resplendor (26 e 27/4) e Aimorés (28 e 29/4), que são vizinhos à Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM). A iniciativa visa contribuir para a promoção da saúde das comunidades localizadas na área de influência da Vale por meio de um ciclo de cooperação técnica baseado na educação continuada dos profissionais que atuam nas unidades básicas de saúde desses locais.

Esta nova etapa compreende a realização da oficina de Tecnologias e práticas - Educação em Saúde, com carga horária de 12 horas, cujo objetivo é capacitar as equipes de Estratégia e Saúde da Família em metodologias e planejamentos de atividades coletivas, como grupos, consultas coletivas, grupos terapêuticos e grupos educativos, entre outros.

"Ainda como parte desta agenda, faremos uma visita de monitoramento programada às unidades básicas de saúde (UBS) Dr. Silvio Leal, em Resplendor, e Barra do Manhuaçu, localizada em Aimorés. O objetivo é verificar as melhorias já alcançadas no dia a dia das equipes que atuam nesses locais a partir da capacitação e do recebimento dos móveis e instrumentos de trabalho, ações que fizeram parte de etapa anterior do Ciclo Saúde", explica a gerente de Saúde da Fundação Vale, Lívia Zandonadi.

Em Resplendor, a capacitação será realizada na sede da prefeitura municipal das 13h às 17h no dia 26/4, e das 8h às 17h no dia 27/4, e irá beneficiar os moradores da região que são atendidos pela UBS local. Já em Aimorés, as atividades do projeto serão realizadas nas dependências da unidade básica de saúde Barra do Manhuaçu.

"O Ciclo Saúde busca fortalecer o relacionamento entre as unidades de saúde e as comunidades dos municípios beneficiados por meio de estratégias de promoção da saúde incorporadas pela equipe local, além de contribuir para a melhoria das condições de trabalho das equipes de atenção básica", declara Zandonadi.

 

Construção conjunta

O Ciclo Saúde é composto por dois eixos: formação e instrumentalização. O primeiro, que envolve a formação dos profissionais, é baseado em três etapas: a primeira consiste na realização de oficinas básicas locais, além de atualização, oportunidade na qual os participantes recebem treinamento em temas como Política Nacional de Promoção da Saúde, aspectos clínicos, práticas de promoção da saúde, conceito ampliado de saúde e de promoção da saúde, entre outros.

"Essas atividades incluem apresentações dialogadas, atividades e dinâmicas em grupo, além de trabalhos em conjunto voltados a mapear facilidades e dificuldades e de incentivar o planejamento preliminar de ações locais. Esse é um grande diferencial do projeto, pois contempla uma formação comum a todos os participantes e, ao mesmo tempo, uma imersão na realidade de cada unidade de saúde e da comunidade atendida por ela", explica Zandonadi.

Além de receber a oficina básica, as unidades de saúde que participam do Ciclo Saúde foram contempladas, em 2015, com o recebimento de materiais didáticos e instrumentos voltados à criação de um espaço de Educação em Saúde.

A segunda etapa de formação, por sua vez, envolve uma oficina de 12h, onde são apresentadas as tecnologias e as atividades coletivas existentes para Promoção em Saúde, tais como: consultas coletivas, grupos terapêuticos e grupos educativos. O objetivo é estimular o planejamento destas ações na rotina de trabalho da Unidade de Saúde.

 

Fundação Vale

Como parte de sua atuação na área de Saúde, a Fundação Vale na temática Saúde tem como objetivo contribuir para o aperfeiçoamento da prática clínica e adoção de estratégias e metodologias em promoção da saúde por equipes da Atenção Básica, localizadas nas áreas de influência da Vale.

 

Sobre o CEDAPS

Criado em 1993, o Centro de Promoção da Saúde (CEDAPS) é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, cuja missão é promover a plena participação de comunidades populares nos processos de desenvolvimento e o aprimoramento de políticas públicas que atuam nestes territórios, contribuindo para a promoção da saúde, a garantia de direitos e a equidade.

 

Sobre Estácio de Sá

A partir de uma cooperação técnica, o projeto contará com os processos de acompanhamento, monitoramento e avaliação técnica realizado em parceria com pesquisadores e alunos do Mestrado de Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá.

 
confederacao
first
  
last
 
 
start
stop

facebooktwitteryoutube