antf.org.br

Você está aqui: Home Notícias Maria Fumaça pronta para transportar a chama olímpica

Maria Fumaça pronta para transportar a chama olímpica

Viagem de São João del-Rei até Tiradentes com o fogo olímpico gera expectativa nos funcionários do complexo ferroviário

São 135 anos de muita história para contar. Mas no próximo domingo (15), a Maria Fumaça, o trem turístico mais antigo do país, escreverá um capítulo inédito nos registros de suas viagens: o transporte da chama olímpica.

O fogo será levado pela locomotiva que liga as cidades históricas mineiras de São João del-Rei e Tiradentes. A viagem terá duração de 40 minutos, num percurso de 12,7 quilômetros. Nos vagões, turistas darão lugar a crianças de escolas da região e funcionários da VLI, empresa que opera a Maria Fumaça.

O supervisor Bruno Lagoa trabalha na administração da Maria Fumaça em São João del-Rei. No domingo, ele será uma das 16 pessoas que farão revezamento da tocha olímpica na cidade.

É um dia histórico para a cidade e para região. Para mim é uma honra participar desse momento, passando esse espírito para as próximas gerações , afirma Lagoa, funcionário da empresa há 13 anos.

Lagoa será o responsável por receber a chama olímpica em frente à plataforma de São João del-Rei, após a tocha percorrer 2,7 quilômetros dentro da cidade. Ele irá segurar a capsula com o fogo durante toda a viagem até Tiradentes, onde a tocha será novamente acesa.

Outro personagem que compartilha do orgulho em participar do transporte da chama olímpica é o maquinista da Maria Fumaça, Alexandre Campos.

É um momento único. Já transportei pessoas famosas, mas é uma alegria enorme participar de um momento único como esse. Domingo será um dia especial: além de fazer parte deste dia histórico estarei completando 14 anos no comando do trem , comemora.

A Maria Fumaça, inclusive, é o xodó de Campos. Já estou retocando a maquiagem dela, dando uma reforçada na pintura, para que ela esteja bem bonita , diz empolgado.

Sobre a Maria Fumaça

Inaugurada em 1881 por Dom Pedro II, a Maria Fumaça era chamada de Estrada de Ferro Oeste de Minas (EFOM). Foi importante corredor logístico para o transporte da produção agrícola e industrial do país. Atualmente transporta turistas atraídos pelo charme de suas locomotivas. Seu complexo ferroviário é tombado como patrimônio histórico nacional.

 

Sobre a VLI

A VLI tem o compromisso de apoiar a transformação da logística no País, por meio da integração de serviços em portos, ferrovias e terminais. A empresa engloba as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como em Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES). A VLI transporta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

 

Fonte: PORTAL NACIONAL DE SEGUROS

 
confederacao
first
  
last
 
 
start
stop

facebooktwitteryoutube