antf.org.br

Você está aqui: Home Transnordestina

Transnordestina

Visite o site da Transnordestina - www.tlsa.com.br

A Transnordestina Logística S/A, antiga Companhia Ferroviária do Nordeste - CFN, obteve a concessão da Malha Nordeste - SR1 (Recife), SR11 (Fortaleza) e SR12 (São Luís) pertencentes à Rede Ferroviária Federal S.A. - no leilão realizado em 18/07/97. A outorga dessa concessão foi efetivada pelo Decreto Presidencial de 30/12/97, publicado no Diário Oficial da União de 31/12/97.
A empresa iniciou a operação dos serviços públicos de transporte ferroviário de cargas em 01/01/98 e tem hoje o propósito de se tornar líder em logística no Nordeste a partir de 2010. Para tanto, está modernizando sua gestão e investindo em melhorias operacionais e reforma de vagões e locomotivas, além de recuperar trechos de sua malha. Um grande projeto de expansão está em andamento, que levará à reestruturação completa do modelo de negócio atual, com novos ramais, eliminação de gargalos operacionais, remodelamento de trechos, ampliação da capacidade e aumento substancial da produtividade dos ativos. Neste projeto, merece destaque a criação de novos eixos de desenvolvimento através da ligação do cerrado do Nordeste aos portos de Suape (PE) e Pecém (CE), numa linha de bitola larga, partindo do interior de Piauí e passando por importantes pólos econômicos como Araripina. Estes ramais devem têm previsão de entrar em operação a partir de 2008 e as principais cargas transportadas serão grãos, fertilizantes e minérios.
A Transnordestina Logística, que é uma empresa de capital aberto e tem como acionistas a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e a Taquari Participações e o BNDES, tem a concessão de 4.238 quilômetros de ferrovias em sete dos nove estados do Nordeste. A região apresenta intensa e diversificada atividade econômica, sendo o papel da Transnordestina Logística fazer a integração regional e contribuir para o desenvolvimento local oferecendo serviços logísticos de qualidade que garantam a sustentação do crescimento do PIB regional em níveis superiores ao do Brasil.

As principais cargas movimentadas são contêineres, cimento, calcário, combustíveis, óleo de soja, álcool, açúcar, produtos siderúrgicos e alumínio.
Os principais portos do Nordeste - Suape (PE), Pecém (CE) e Itaqui (MA), além de outros cinco portos - contam com os serviços de transporte multimodal da Transnordestina Logística, o que possibilita a prestação de serviços logístico e uma forte vocação para a movimentação de contêineres entre as principais capitais do Nordeste.

 
confederacao
first
  
last
 
 
start
stop

facebooktwitteryoutube